quinta-feira, outubro 05, 2006

É uma dor... agonia.. quase um desespero que incha, cresce no meu peito sem que eu pssa fazer nada ou sequer tenha coragem de fazê-lo.
Terei que conviver com a ambiguidade do meu ser, com a ambivalencia dos meus sentimentos e com o meu desejo de possuir o mundo e nao ter mais do que meia duzia de palavras.
Sentir medo, desejo, dor e alegria em ter e perder tudoq ue me foi confiado sem ao menos merecer.
Talvez essa seja a justiça do mundo.
Talvez essa seja a minha injustiça pela qual eu serei condenada.

Nenhum comentário: