quarta-feira, novembro 08, 2006

Para Veronica


Acalanto
Pulsa dentro aqui no ventre
O meu rebento que eu nunca tive
Vive preso ao meu desejo
De concebê-lo tão calmo e livre

Sonho enquanto eu canto esse acalanto
Que o faz ninar
Durma que está escuro
Não tá seguro pra se acordar

Tenho pressa que o mundo mude de atitude
Pra recebê-lo
Por enquanto arrumo o quarto
Adio o parto para protégé-lo
(Ivan Lins\Vitor Martins)

Um comentário:

leandroflores disse...

Oe Feeer...teu blog está fantástico. Dpois de tanto tempo será que finalmente vamos retomar algum contato? rs. Isso é ótimo. Tah certo que eu não entendi nada desse ultimo post, mas acho q a tua idéia era essa msm...rs.

Um grande abraço pra tih