terça-feira, agosto 28, 2007

Folhas no ar

Vou buscar aquilo que foi meu
E que no mundo se perdeu
Qual folhas que o vento soltou no ar
Ter a mesma paz de antigamente
Sair cantando por cantar
Qualquer canção sob qualquer luar
Vou buscar aquele amor tão meu
Sair andando a perguntar
Qual o caminho por onde ele foi
E por onde for irei também
Até o coração achar
Que simplesmente não achou
E aí então vou entender
Que ao buscar eu me perdi
De tudo aquilo que eu sou


(Elton Medeiros / Hermínio Bello de Carvalho)

2 comentários:

Anônimo disse...

Só pra atualizar...

saudades de manter o blog na ativa, mas nao tem dado tempo.


Fernanda

Fernanda disse...

http://amigosdofreud.blogspot.com/2007/08/almas-perfumadas.html