sábado, maio 31, 2008


.Quando eu morrer voltarei para buscar
.Os instantes que não vivi junto do mar



Sophia de Mello Breyner Andresen
imagem by Fernanda Souza

terça-feira, maio 27, 2008


"Não é dor nem saudade
Só um pensamento triste"



Biquini Cavadão

segunda-feira, maio 12, 2008

Título


Já me matei faz muito tempo
Me matei quando o tempo era escasso

E o que havia entre o tempo e o espaço

Era o de sempre

Nunca mesmo o sempre passo


Morrer faz bem à vista e ao baço

Melhora o ritmo do pulso

E clareia a alma

Morrer de vez em quando é a única coisa que me acalma


Paulo Leminski

quarta-feira, maio 07, 2008

Quando chegares com teus passos leves
como num bater de asas

vou te aconchegar no meu peito.
E neste instante infinito
não haverá tempo que nos obrigue
a voltar para o mundo.




(Fernanda Souza)

De olhos fechados adentro o jardim
e busco flores por entre espinhos.

(Fernanda Souza)

segunda-feira, maio 05, 2008

Coração


"Na terra do coração passei o dia pensando
- coração meu, meu coração.
Pensei e pensei tanto que deixou de significar uma forma, um órgão, uma coisa.
Ficou só com cor- ação, repetido- invertido, ação-cor, sem sentido, couro-ação e não.
Quis vê-lo, escapava.
Batia e rebatia, escondido no peito.
Então fechei os olhos, viajei.
E como quem gira um caleidoscópio, vi:
Meu coração é um sapo rajado, viscoso e cansado, à espera do beijo prometido capaz de transformá-lo em príncipe."

"Meu coração é um anjo de pedra de asa quebrada."

"Meu coração é um bar de uma única mesa, debruçado sobre a qual um único bêbado bebe um único copo de bourbon, contemplado por um único garçom."

"Meu coração é um sorvete colorido de todas as cores, é saboroso de todos os sabores.
Quem dele provar, será feliz para sempre."

"Meu coração é uma planta carnívora morta de fome."

"Faquir involuntário, cascata de champanha, púrpura rosa do Cairo, sapato de sola furada, verso de Mário Quintana, vitrina vazia, navalha afiada, figo maduro, papel crepom, cão uivando pra lua, ruína, simulacro, varinha de incenso.
Acesa, aceso - vasto, vivo: meu coração teu."

Caio F.

Wouldn't it be nice


"You know it seems the more we talk about it
It only makes it worse to live without it
But let's talk about it
Wouldn't it be nice"

(The Beach Boys)

domingo, maio 04, 2008

A Margarida Enlatada


"Estavam ali, independentes dele ou de qualquer outra pessoa que gostasse ou não delas: aquelas coisas vagamente redondas, de pétalas compridas e brancas agrupadas em torno dum centro amarelo, granuloso.
Margaridas.
Apanhou uma e colocou-a no bolso do paletó."


Caio F.

imagem by Fernanda Souza

quinta-feira, maio 01, 2008

PROCURE OS MOMENTOS MÁGICOS DE SUA VIDA

"O poeta já disse que "nem sempre se vê mágica no absurdo".
Tente lembrar-se de acontecimentos em sua vida que nao tenham explicação racional.
Perceba que você ali o limite entre a nossa realidade e alguma outra.
Não procure explicações racionais para esses acontecimentos
nem teorize em cima de explicações "metafisicas".
Apenas reviva-as em suas lembranças e fique feliz de ter sido
testemunha de algo que está além de nossa compreensão."

Seria difícil enumerar.
Quem me conhece sabe bem como minha vida é cheia de coisas estranhas.

Desde as mais simples como um pensamento em sintonia com alguém,
ou mesmo lapsos de tempo inexplicaveis, ou objetos se movendo.
Pessoas que me encontram por acaso e se tornam especiais.

Sonhos se realizando...
Nao tenho a pretensão de entender tudo isso...
Mas me sinto bem por vivenciar todas essas coisas 'incomuns'.

Muitas vezes tive medo, mas acho que aprendi a lidar.

Mas é claro, desde que nao
sejam coisas muito absurdas, que dai eu saio correndo mesmo!
Gosto disso..
Me sinto, de certa forma, diferente,
e é um pouco do que faz de mim assim, quem eu sou.