quarta-feira, maio 07, 2008

Quando chegares com teus passos leves
como num bater de asas

vou te aconchegar no meu peito.
E neste instante infinito
não haverá tempo que nos obrigue
a voltar para o mundo.




(Fernanda Souza)

Nenhum comentário: