quinta-feira, janeiro 29, 2009

Queria ter um par de asas. 
Mas nao presas ao meu corpo. 
As queria presas à minha mente. 

Meu corpo que fique onde está.
Se ele aqui permanece é por que precisa, por que as leis da física o impede.
Mas a mente... O que a impede de ir onde quer, de fazer o que bem entende, de ser tudo o que pode ser?
Quais as leis, barreiras ou circunstanceas que impede a imaginação?

A unica coisa que impede minha mente de ir onde quer sou eu. 
Por isso desejos estas asas, e que sejam enormes e brilhantes e limpas.
Para que possa me livrar de mim mesma.
Para que possa me desvencilhar das minhas dores, medos e pudores.
Conquistar o tempo e o espaço.
Longe, livre de mim. 
Acompanhada apenas daquilo que sou.

Onde mesmo que eu guardei as minhas asas?

quarta-feira, janeiro 14, 2009

"Mas a gente combina o que for necessário 
Eu lavo o carro 
'Cê lava os pratos 
Ou ao contrário 
Tanto faz"

Paralamas do Sucesso