segunda-feira, agosto 17, 2009

Voltando pros eixos.
Depois de morrer de doer, de chorar, de imaginar um monte de besteira,
eu acordo e percebo que o véu negro que cobria minha visão caiu.
E tudo parece mais amigável agora.
Tudo está claro e colorido como antes. Ate mais.

É, de fato, muito sábio dizer que o tempo cura.
Mas depende muito de como voce passa esse tempo.
Tempo remoendo amarguras nao cura nada.
Tempo vivendo sim. Tempo refletido, pensado e aproveitado.